quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Sitio do Picapau Amarelo, pra quem um dia foi criança!


"Marmelada de banana, bananada de goiaba, goiabada de marmelo...Sítio do Picapau amarelo". Ahh, não sei pra que o tempo passa. E passa de modo inexorável, traiçoeiro, silencioso. Não faz alarde dos anos que estão se indo, nem das rugas que estão chegando. Sentimos sua presença, quando sentimos saudade. E dentro do universo que compõe minha saudade está o planeta "Sítio do Picapau amarelo". Está Dona Benta, está Tio Barnabé. Está tambem Sinhá Anastácia, o Visconde de Sabugosa. Emília, Pedrinho, Narizinho. Tantos pedaços de saudade. Mas deixe eu mostrar o início da trilha destas emoções:

 Pois é. Haviam aventuras a serem imaginadas. E as crianças imaginavam! Ora se não!Quem não se assutava com a cuca e o saci. Ora vejam só. Meninos com medo da mula sem cabeça. Tudo nascido das histórias vindas pela voz doce de Dona Benta. Não sei quem inventou que hoje a inocência é pecado. Há que se aprender a acreditar para aprender com o sábio sabugo espiga de milho bobo sabido doido varrido nobre de vintém. Mas faz de conta que hoje ainda é ontem, e então eu posso sonhar. E sonhando estou conversando com Pedrinho lá no quintal. Falando de aventuras no fundo do mar enquanto mordo uma goiaba tirada do pé. Não, não, meninos, não estou jogando um megasuperultrapowercheiodemegabytes jogo enfadonho qualquer. A côr não é era medida em pixels, era medida em intensidade. Era o azul do céu, o verde do mar e todo o resto do arco-íris. E as aventuras ao lado de Hércules e outros tantos heróis eram cheias de cores.
Havia uma felicidade latente naquelas horas em que sorríamos com a boneca feita de marmelo. Boneca de pano com o coração mais coração que qualquer outro coração feito de músculos e carne. Essas "horas" sempre ocorriam lá pelas cinco horas da tarde, um pouco antes da hora do banho. Um banho para o qual íamos já com a alma lavada.



Até mais e bons sonhos. Ah procurem o disco mostrado na primeira imagem. Se tiverem sorte, acharão.
Bjos.











4 comentários:

  1. Bons tempos Jota, também tenho saudades do Sítio e a "trilha sonora" da série sempre foi fantástica.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns amigo pelo trabalho. Muito bom serei um visitante presente!!!1

    André Lima

    ResponderExcluir
  3. Valeu Andrézão!! Conto com suas visitas!

    ResponderExcluir
  4. Essa que é a verdadeira realidade de ser criança ; mais hoje ad criança desse Brasil não era como eu e outras criança do meu tempo dos anos 70;80;90.só querem cel.game.compu.etc. Fora as drogas.parabéns a todas as pessoas do elenco do sitio.e aqueles que se foram para o outro mundo fiquem em bom lugar

    ResponderExcluir

Solte o verbo aqui com seu comentário: